Indicação de filme: Histórias Mínimas (2002)

4.4.16


 Segunda-feira preguiçosa, resolvi indicar um filme que roubou meu coração. Ele está disponível na Netflix, que já facilita para bastante gente, pois muitos assinam o serviço online. Foi lá que o descobri, a capa me chamou atenção e coloquei na watchlist. Quando terminei de assistir tive aquela sensação satisfatória de ter feito a escolha certa.




 Histórias Mínimas (2002), é um filme argentino dirigido por Carlos Sorín. Com a Patagônia como cenário, 3 pessoas partem em jornadas separadas, mas com o mesmo destino, e suas histórias acabam se interligando pelo caminho.

 Composto por um elenco não muito conhecido, o diretor até convidou moradores do local para figurarem no longa. Tem uma pegada de road movie, para quem gosta desse estilo. O título é auto-explicativo, são histórias singelas e cotidianas, sem personagens heróicos e grandiosos, mas que mostram que tristeza e alegria andam lado a lado na vida e que pequenos detalhes e gentilezas fazem a diferença. O único ponto negativo, na minha opinião, é que uma das histórias não é muito bem desenvolvida, mas de jeito nenhum estraga a experiência.
 É um filme encantador que merece ser visto por quem aprecia personagens palpáveis e histórias mínimas, mas significativas. Recomendo e espero que tenham gostado!

7 comentários

  1. O cartaz também me chamou bastante atenção, gostei da sinopse, então está na lista pra ver <3

    Tem post novo no blog, vamoxx?
    talodemaca.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Oi Isadora, obrigada pelo comentário tão querido lá no blog! :)
    Eu fiquei interessada no filme, viu? Adoro filmes argentinos, vou procurar para assistir!

    http://naomemandeflores.com

    ResponderExcluir
  3. Não conhecia o filme, alias, sou muito por fora do cinema de outros países, de filme argentino acho que só assisti "diários de motocicleta" (é argentino mesmo? haha) beeeeijo :** Ja fomos legais

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diários de motocicleta é uma coprodução de diversos países, mas a Argentina está entre eles sim haha! Beijos

      Excluir
  4. Que bom que tem na Netflix <3 Sou apaixonada por filmes simples, com mensagens inspiradoras!

    Abraço,
    milenaschabat.blogspot.com

    ResponderExcluir